Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Segunda, 09 Abril 2018 13:06
NOVA ETAPA

Casa dos Amarelinhos revitaliza sede com recursos ganhos na Nota Fiscal Cidadã

Inauguração aconteceu nesta segunda-feira (9) no bairro de Ponta Grossa

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Entidade cadastrada no Programa Nota Fiscal Cidadã comemora feitos com o dinheiro ganho na campanha Entidade cadastrada no Programa Nota Fiscal Cidadã comemora feitos com o dinheiro ganho na campanha Felipe Miranda  
Texto de Tatyane Barbosa

O Programa Nota Fiscal Cidadã (NFC) continua a realizar sonhos. Desta vez, a contemplada foi a Associação Educacional e Assistencial – Casa dos Amarelinhos que, graças ao dinheiro ganho na Campanha,  concretizou o seu projeto. Com uma série de reformas e aquisições, a instituição transformou sua sede.

 

Em seis sorteios, a entidade foi premiada, totalizando R$ 40 mil. Dos feitos, estão à compra de material de esporte e instrumentos musicais, bem como a revitalização da quadra, ajustes na piscina e na sala de música. A Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL) participou, nesta segunda-feira (9), do momento de celebração dos itens conquistados.

 

De acordo com a diretora da Casa dos Amarelinhos, Ana fragoso, a obtenção dos equipamentos pela verba recebida da NFC ajudou a incrementar o espaço da música. “A campanha facilita na manutenção das nossas atividades. A Sefaz, por meio da Nota Fiscal Cidadã, nos proporciona ganhos incríveis”.

 

São atendidas pela associação 298 crianças com atividades esportivas no contraturno escolar; 240 jovens com cursos profissionalizantes, na área de informática, comunicação, vendas e varejo; 100 famílias com donativos de alimentação e 65 idosos. Os assistidos vivem em situação de risco e vulnerabilidade social na região sul da capital, referente aos bairros da Ponta Grossa, Vergel, Trapiche, Brejal e Prado.

 

Para a chefe especial de Educação Fiscal, Glacia Tavares, só há vantagens na campanha. O compartilhamento de notas fiscais não serve apenas para participar de sorteios. Mas também dá a oportunidade de as instituições participarem do prêmio fixo, estipulado como 10% do total a ser sorteado.

 

“Com mil notas, a entidade já participa do ‘rateio’. Desta forma, a instituição social cadastrada na campanha pode ser contemplada duas vezes ou pelo menos uma em cada sorteio”, enfatiza. Mais informações sobre o prêmio fixo e variável podem ser encontradas na Instrução Normativa SEF Nº 44, disponível no site da Fazenda, no item Legislação Estadual.