Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quinta, 05 Abril 2018 20:51
GOVERNO PRESENTE

Cresce o número de reeducandos trabalhando em Alagoas

Secretaria da Ressocialização firma termo de compromisso com Casal e Perícia Oficial para inserir dez egressos do sistema prisional em ações na região Agreste

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Seris ampliou os termos de compromisso para empregar nove apenados na Casal  e um na Perícia Oficial. Seris ampliou os termos de compromisso para empregar nove apenados na Casal e um na Perícia Oficial. Foto: Ascom Seris
Texto de Maysa Cavalcante

Quebrar o preconceito, propiciar trabalho, reinserir os apenados no convívio social. Esses são alguns dos objetivos da Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris), na 9ª edição do Governo Presente. Neste quinta-feira (5), a pasta deu um passo importante: ampliou os termos de compromisso já existentes para empregar nove apenados na Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal)  e um na Perícia Oficial.

 

Os apenados irão ocupar postos de trabalho no interior, melhorando a vida da população do Agreste. Durante a assinatura do termo de compromisso, o titular da Seris, coronel Marcos Sérgio de Freitas, não escondeu a sua satisfação. “É gratificante oferecer oportunidades para que não o apenado mude de vida e não retorne ao sistema prisional. Essa chance impacta positivamente na família do trabalhador e para toda a sociedade”, lembra.

 Seris ampliou os termos de compromisso para empregar nove apenados na Casal  e um na Perícia Oficial. (Ascom Seris)

A chefe de Reintegração Social, agente penitenciária Shirley Araújo, ressalta a diretiva do secretário da Ressocialização. “Essa chance impulsionado pelo coronel Marcos Sérgio é importantíssima. Mas vale lembrar que o sucesso do projeto depende da dedicação dos reeducandos. Esperamos que eles agarrem essa chance com o máximo de empenho e, após cumprir a pena, a experiência contribua com mais trabalhos”, salienta Araújo.

 

O custodiado Elton Silva Ferreira é um dos ocupantes das vagas de trabalho na Casal. Fora do sistema prisional há cinco anos, ele já passou por três postos de trabalho por meio dos convênios firmados pela Seris. “Para mim, a melhor parte é que agora poderei ficar perto da minha família. Só havia trabalhado na capital e sentia falta dos meus familiares. Agradeço muito a todos os servidores da Ressocialização e espero corresponder à altura", salienta Ferreira.

 

“Todos os agentes ressocializadores ficam felizes com a ampliação de mais um convênio. Temos certeza que não estamos beneficiando apenas dez egressos, mas sim, dez famílias. A sensação é de dever cumprido”, finaliza a assessora de governança da Seris, agente penitenciária Fabiana Santos.