Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Terça, 20 Março 2018 13:35
POLÍTICAS PÚBLICAS

Conselho Estadual de Promoção dos Direitos LGBT elege nova presidente

Cris de Madri e Jairo Costa são eleitos durante reunião nesta terça-feira (20)

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Conselho contribui para a construção de políticas públicas cada vez mais efetivas e eficazes Conselho contribui para a construção de políticas públicas cada vez mais efetivas e eficazes Marília Ferreira
Texto de Marília Ferreira

O Conselho Estadual de Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos LGBT (CECD/LGBT), vinculado à Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh), elegeu, nesta terça-feira (20), na Casa dos Conselhos, a nova presidente e o vice-presidente do Conselho: a travesti Cris de Madri e o professor e reitor da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), Jairo Costa.

 

O Conselho tem como principais objetivos contribuir para a construção de políticas públicas cada vez mais efetivas e eficazes; apoiar e desenvolver o estudo e o debate das condições em que vive a população LGBT urbana e rural e fomentar a criação de conselhos municipais; fiscalizar e exigir o cumprimento da legislação em vigor, apresentando sugestões e aperfeiçoamentos sobre projetos de lei de interesse da população LGBT.

 

De acordo com a nova presidente do Conselho, Cris de Madri, o público LGBT ainda é muito discriminado no Estado. Mas, reforça seu compromisso com a causa. “Infelizmente, a discriminação contra o público LGBT continua grande. Enquanto presidente do Conselho, levantaremos a bandeira do respeito e daremos prosseguimento a luta para garantir políticas públicas para o segmento”, afirmou.

O professor e reitor da Uneal, Jairo Costa, disse que irá contribuir para que haja uma sociedade mais justa e com respeito ao próximo. “Enquanto vice-presidente, estou aqui para ajudar a Cris no que for preciso, por meio da minha experiência de gestão. Queremos contribuir ainda mais para a promoção de políticas públicas efetivas para o Estado”, disse vice-presidente.

 

Além da Semudh, os órgãos estaduais votantes durante a eleição foram a Secretaria de Prevenção à Violência (Seprev), da Cultura (Secult), da Educação (Seduc), da Segurança Pública (SSP) e Universidade Estadual de Alagoas (Uneal).

 

Já as organizações não governamentais foram: Associação Beneficente Cultural São João Batista, Afinidades GLST AL, Grupo Gay de Maceió (GGM), Pró-vida, Metamorfose, Associação LGBT Arco Íris de Paripueira,  Associação Comunitária e Beneficente Vila Ana Maria (Abevila), Sohmos LGBT, Associação Cultural de Travestis e Transexuais (ACTRANS), Central de Movimentos Populares (CMP), Associação Beneficente Cultural São João Batista e Associação de Travestis e Transexuais de AL (ASTTAL).