Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Terça, 06 Março 2018 15:14
ACESSO À AGUA

Semarh apresenta resultados de programas a secretários municipais

Desenvolvimento dos programas hídricos foram os pontos abordados na palestra

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Alexandre Ayres apresentou para secretários de agricultura os programas desenvolvidos pela Semarh que também contribuem com o plantio e colheita nos municípios Alexandre Ayres apresentou para secretários de agricultura os programas desenvolvidos pela Semarh que também contribuem com o plantio e colheita nos municípios Ascom Semarh
Texto de Nigel Santana

A convite do Fórum Alagoano de Secretários Municipais de Agricultura (Fasa), o secretário Alexandre Ayres, titular da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), apresentou nesta terça-feira (6) informações acerca dos programas desenvolvidos pela Semarh que também contribuem com o plantio e colheita nos municípios.

 

Ao iniciar a apresentação, Alexandre Ayres fez questão de destacar a integração das secretarias de Estado na promoção de políticas que permitem à população ter acesso à água, principalmente nas regiões do Agreste e Sertão.

 

Em relação aos programas hídricos custeados com recursos próprios da Semarh, o secretário tratou dos avanços proporcionados pelo Recuperação de Nascentes e Perfuração de Poços.

 

“Desde 2015, o programa que revitaliza nascentes recuperou mais de 100 delas nas regiões da Zona da Mata, Sertão e também no Litoral. É um programa relativamente barato e que consegue contemplar as famílias que necessitam desse recurso para consumo diário”, destacou o secretário.

Quanto ao Perfuração de Poços, o secretário fez questão de aludir ao ano de 2015, quando a máquina perfuratriz do Estado se encontrava sem utilidade. Ao lançar o programa, no final daquele ano, a realidade dos municípios que receberam os investimentos passou a mudar.

 

“De 2015 até o início de 2018, o programa já perfurou mais de 600 poços. É preciso dizer que o programa ele tem seu raio de atuação em mais de 80 municípios, principalmente nas comunidades de difícil acesso. Além de perfurar o poço, a água encontrada nas regiões é destinada a um reservatório, permitindo aos moradores que consigam ter água em locais onde o acesso era bastante precário”, destaca.

 

Os programas federais, que contam com recursos de contrapartida do Governo de Alagoas, também foram abordados durante a palestra. O secretário informou que o Programa Água Doce e Água Para Todos, dos ministérios do Meio Ambiente e Integração Nacional, respectivamente, estão sendo executados nos municípios do Agreste e Sertão.

 

Em relação ao Água Doce, 25 sistemas de dessalinização estão instalados e 70 estão em andamento. Os sistemas filtram a água salinizada e a transforma em apta ao consumo humano.

 

Quanto ao Água Para Todos, 45 sistemas de abastecimento estão em instalados e 19 deles estão sendo construídos. Esses mecanismos permitem que a população tenha água na porta de suas casas de forma canalizada.

 

“Juntos, esses programas, sejam eles do Governo de Alagoas ou em parceria com o Governo Federal, já contemplaram mais de 200 mil pessoas”, garante o secretário.