Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Segunda, 05 Março 2018 17:46
CARAVANA AMBIENTAL

IMA/AL realiza ações de educação ambiental a Piaçabuçu

Mais de 300 alunos participaram de gincana ambiental no primeiro dia de ação de Fiscalização Preventiva Integrada

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Atividades têm temas relacionados à coleta coletiva, bioma alagoano e práticas sustentáveis Atividades têm temas relacionados à coleta coletiva, bioma alagoano e práticas sustentáveis (Foto: Ascom/IMA)
Texto de Klaus Roger e Wanessa Santos

O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL) participa ativamente das ações de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) do São Francisco. Na oitava edição, além dos fiscais do Instituto, técnicos de educação ambiental estão na bacia do rio levando ações para as escolas municipais da região.

 

Nesta segunda-feira (05), a equipe realizou a Caravana Ambiental em Piaçabuçu, que consiste em uma competição entre estudantes com jogos ambientais. As atividades têm temas relacionados à coleta coletiva, bioma alagoano e práticas sustentáveis. Na ocasião foram reunidos mais de 300 alunos da rede municipal que se dividiram em equipes para participar da gincana.

 

Ascom/IMA

 

Além da caravana, o IMA/AL leva palestras sobre o rio São Francisco e as Áreas de Proteção Ambiental (APA) da Marituba e Piaçabuçu. Ao final de cada ação, o órgão tem realizado plantio de mudas de espécies nativas para simbolizar a importância da preservação ao meio ambiente.

 

FPI

 

A oitava edição da FPI do São Francisco teve início no último domingo (4) e vai até dia 17 de março. Com um total de 10 equipes, cada uma delas é composta por integrantes de diversos órgãos como: IMA/AL, Ministério Público Federal – Procuradoria da República no Estado de Alagoas (MPF/AL), Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Polícia Rodoviária Federal (PRF/AL), Polícia Militar de Alagoas (PMAL), Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE/AL), Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) e Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal).

 

A FPI tem a finalidade de diagnosticar os danos ambientais na Bacia do Rio São Francisco e adotar medidas preventivas e de responsabilização dos agentes causadores dos danos ambientais.