Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quarta, 28 Fevereiro 2018 14:43
CONTROLE DE QUALIDADE

Arsal fiscaliza sistema de abastecimento de água de Japaratinga

Operação visa garantir a qualidade da água distribuída aos usuários

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Técnicos da Arsal fiscalizaram o sistema de abastecimento, desde os reservatórios à captação e distribuição da água Técnicos da Arsal fiscalizaram o sistema de abastecimento, desde os reservatórios à captação e distribuição da água (Fotos: Ascom/Arsal)
Texto de Vanessa Alencar

Com foco na qualidade da água distribuída aos usuários, a Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal), por meio da Gerência de Saneamento Básico, realizou uma fiscalização técnica-operacional e comercial no sistema de abastecimento de água de Japaratinga, no Litoral Norte do Estado, um dos 35 municípios regulados pelo órgão.

 

Durante dois dias, os técnicos vistoriaram todo o sistema que integra a Unidade de Negócio do Leste da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), desde os reservatórios e a captação, em cinco poços profundos, até a distribuição da água.

 

(Fotos: Ascom/Casal)

 

No escritório da Casal no município, a equipe verificou a parte administrativa e comercial, como número de atendimentos efetuados nos últimos meses, hidrômetros em funcionamento, ligações e religações de água na região.

 

O gerente de Saneamento da Arsal, Antonio de Padua Lins, explicou que o relatório da fiscalização já está sendo elaborado e, após sua conclusão, o documento será encaminhado pela presidência da Arsal à Casal, que tem um prazo de 90 dias para regularizar as não conformidades que porventura sejam constatadas.

 

Em Alagoas, o saneamento básico é regulado em 35 municípios que possuem Contrato de Programa e Convênio de Cooperação Técnica com a Casal e a Arsal: Arapiraca, Craíbas, Lagoa da Canoa, Olho D’Água Grande, Igaci, São Brás, Feira Grande, Girau do Ponciano, Coité do Noia, Campo Grande, Ouro Branco, Santana do Ipanema, Poço das Trincheiras, Senador Rui Palmeira, São José da Tapera, Cacimbinhas, Monteirópolis, Olivença, Maravilha, Carneiros, Estrela de Alagoas, Jacaré dos Homens, Batalha, Piranhas, Pariconha, Olho D’Água do Casado, Inhapi, Delmiro Gouveia, Campestre, Messias, Santa Luzia do Norte, Barra de São Miguel, Palmeira dos Índios, Japaratinga e Pão de Açúcar.

 

(Fotos: Ascom/Casal)

 

Para o registro de denúncias, reclamações ou sugestões, usuários do saneamento básico nos municípios regulados podem ligar gratuitamente para a Ouvidoria da Arsal, no 0800-284-0429 (de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h), comparecer à sede da Agência (Rua Cincinato Pinto, Edf. Ipaseal, 226, Centro, Maceió) ou acessar o site www.arsal.al.gov.br e clicar no banner ‘Ouvidoria Online’.