Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas

 

 

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 1003

Sexta, 08 Janeiro 2016 14:55

IMA fiscaliza Piscina do Amor e repõe boias de sinalização na Pajuçara

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Piscina do Amor, localizada na enseada da Pajuçara é definida como zona de exclusão para pesca, turismo, recreação, prática de esportes, tráfego e fundeio de embarcações. Piscina do Amor, localizada na enseada da Pajuçara é definida como zona de exclusão para pesca, turismo, recreação, prática de esportes, tráfego e fundeio de embarcações. Arquivo/Agência Alagoas

A equipe de Gerenciamento Costeiro (Gerco) do Instituto do Meio Ambiente (IMA) realiza neste sábado (9), uma ação de fiscalização nas piscinas naturais localizadas na enseada da Pajuçara, em Maceió.

Além de inspecionar as atividades na região, as equipes irão monitorar e repor as boias de sinalização que foram colocadas ao redor da Piscina do Amor, legalmente definida como zona de exclusão para diversos tipos de usos, desde junho de 2015.

As bóias foram produzidas artesanalmente pela equipe do Gerco, com materiais reaproveitados e a partir de um modelo utilizado em uma zona de exclusão existente em Pernambuco. O trabalho de instalação foi iniciado em junho do ano passado.

Estudantes do curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) também participarão das ações do sábado para a produção de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Será a primeira visita técnica que os alunos participarão.

Resolução do Cepram - A resolução do Conselho Estadual de Proteção Ambiental (Cepram), que transformou a Piscina do Amor em zona de exclusão, foi publicada em Diário Oficial no dia 16 de junho. Desde então, ficam restritos a exploração, explotação e usos diversos, como a pesca, turismo, recreação, prática de esportes, tráfego e fundeio de embarcações no recife denominado de Piscina do Amor.

O monitoramento, fiscalização e pesquisa são de responsabilidade do IMA, que poderá solicitar o apoio do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma), Capitania dos Portos e Colônia de Pescadores do Jaraguá.

Elayne Pontual e Clarice Maia