Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quarta, 07 Fevereiro 2018 14:49
PROTEÇÃO À MULHER

Semudh capacita membros da Patrulha Maria da Penha

Policiais militares estão sendo capacitados para o atendimento às mulheres vítimas de violência

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Capacitação tem como objetivo atuar em prol da eliminação da violência doméstica Capacitação tem como objetivo atuar em prol da eliminação da violência doméstica (Fotos: Ascom/Semudh)
Texto de Marília Ferreira

A Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh) realizou uma capacitação nesta quarta-feira (7), para policiais militares que compõem a Patrulha Maria da Penha. A capacitação aconteceu na Central da Mulher e dos Direitos Humanos e teve o propósito de contribuir para uma melhor atuação da Patrulha Maria da Penha no enfrentamento à violência contra a mulher.

 

Temas como Desigualdade de Gênero, Violência Doméstica e Patriarcado foram assuntos debatidos pela superintendente da Mulher, Anne Caroline Fidelis, que falou, também, sobre a Rede de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres em Alagoas, equipamentos que acolhem mulheres vítimas de qualquer tipo de violência.

 

(Fotos: Ascom/Semudh)

 

“Como servidores do Estado, estamos aqui para acolher e prestar o devido atendimento a essas mulheres. E a capacitação vem com esse objetivo, atuar em prol da eliminação da violência doméstica”, afirmou a superintendente.

 

Para a capitã Danielli Assunção, essa capacitação é importante para uma melhor atuação no combate à violência contra a mulher. “É de suma importância receber essa treinamento, pois, para que possamos colocar o nosso trabalho em prática, é necessário, também, recebermos a teoria”, disse a capitã.

 

Iniciada nessa terça-feira (6), com palestras de representantes do Ministério Público de Alagoas (MP/AL) e Defensoria Pública de Alagoas (DPE/AL), a capacitação segue esta quinta-feira (8), com palestra de representantes do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL).

 

Patrulha Maria da Penha

 

A Patrulha Maria da Penha começará atuar brevemente no Estado, com a realização de ações ostensivas ou protetivas especializadas no combate à violência contra a mulher. O termo de implantação dessa patrulha foi assinado em dezembro do ano passado,  com o propósito de intensificar a proteção à mulher.