Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Terça, 06 Fevereiro 2018 12:36
BANCO DE DADOS

Seduc abre seleção para bolsistas temporários em cursos na rede estadual

Inscrições on-line podem ser feitas no endereço http://sigepro.educacao.al.gov.br/selecao/ até 18 de fevereiro

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Professores bolsistas temporários, quando convocados, farão o planejamento das aulas e das atividades didáticas Professores bolsistas temporários, quando convocados, farão o planejamento das aulas e das atividades didáticas Valdir Rocha e José Demétrio
Texto de Lucas Leite

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) divulgou, nesta terça-feira (6), o edital para a Seleção Pública Simplificada para a composição do banco de dado de instrutores para atuarem como bolsistas temporários nas escolas da rede estadual, no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), no Mediotec, e na Ação FIC/EJA. A convocação não implica em um vínculo empregatício.

Para conferir o edital completo acesse o Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça, entre as páginas 9 e 12, ou clique no link https://goo.gl/LvxAaD.

 

Inscrições

As inscrições podem ser feitas on-line, através do endereço eletrônico http://sigepro.educacao.al.gov.br/selecao/. O candidato só poderá realizar uma inscrição para uma única unidade de ensino. Uma vez efetivada, não será permitida alterações no cadastro. Caso ocorra inconsistência entre os dados informados e a documentação, o candidato poderá ser desclassificado.

 

 

Atribuições  

Os professores bolsistas temporários, quando convocados, farão o planejamento das aulas e das atividades didáticas, além de ministrá-las aos beneficiados do MedioTec e FIC/EJA; desenvolver projetos integradores de Educação Profissional; monitorar e zelar pela frequência dos estudantes, entre outras atribuições.

É importante salientar que, no caso de abandono do Professor Bolsista Temporário das atividades implica no cancelamento da sua bolsa. De acordo com a resolução Nº72 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), de 20 de dezembro de 2011, a permanência do bolsista está sujeita à avaliação periódica do seu desempenho, pontualidade e assiduidade.

Salário e carga horária 

 O salário dos bolsistas é calculado por hora/aula ministrada, de acordo com a carga horária de cada componente curricular. Cada hora trabalhada equivale a R$17, e os bolsistas receberão as horas laboradas e registradas.

No caso dos professores bolsistas temporários que tiverem vínculos em redes públicas, a carga horária será de 16 horas semanais; para os que não têm, será de 20 horas.

 

Avaliação

A avaliação será realizada por titulação – diploma, certificação, conclusão de curso – e experiência profissional – carta de recomendação emitida pela instituição, contratos, carteira de trabalho. Cada item entregue e comprovado terá uma pontuação para a classificação do candidato.

Em caso de empate, será prioritariamente estabelecido como critério de desempate a maior idade e a maior pontuação na experiência, respectivamente.

 

Cronograma

Inscrições on-line – 6 a 18 de fevereiro
Publicação do resultado preliminar – 19 de fevereiro
Análise de recursos - 20 de fevereiro
Resultado após recurso – Até 23 de fevereiro