Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Terça, 16 Janeiro 2018 10:12
RITMO

Projeto Golfinho divulga hit de 2018 com crianças

A música “Entre no clima (xô preconceito)” é de autoria de um bombeiro instrutor

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Todos os anos, Projeto Golfinho, do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL), cria uma música que embala e ensina as crianças através de suas letras Todos os anos, Projeto Golfinho, do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL), cria uma música que embala e ensina as crianças através de suas letras Ascom
Texto de Thássia Santos

Já é tradição. Todos os anos, o Projeto Golfinho, do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL), cria uma música que embala e ensina as crianças através de suas letras, as quais sempre trazem temas importantes para a reflexão dos pequenos. Nesta edição, o problema do preconceito é abordado por meio do hit “Entre no clima (xô preconceito)”, que com um ritmo bastante animado consegue colocar os golfinhos para dançar e discutir o tema no projeto.

 


A canção é uma composição do cabo José Augusto, que além de ser bombeiro e instrutor do Golfinho, canta e compõe em seus momentos de folga da corporação. Há alguns anos, ele compõe a música que vai marcar a edição, e já fez sucessos sobre alimentação saudável, prática de atividade física, uso do protetor solar, atenção à utilização de tecnologia, entre outros.

 

Segundo tio Jabs, como é conhecido entre os golfinhos, as músicas geralmente são elaboradas de acordo com os temas ligados ao projeto, porém neste ano tiveram a ideia de abordar discriminação, com base na experiência da pediatra do CBMAL major Meidja Mesquita, como também nos relatos dos próprios golfinhos sobre bullying. “Criamos os super heróis contra o preconceito, em quais os tios se vestem com capa e máscara para falar sobre o assunto. A recepção sempre é ótima, fazemos músicas dançantes e eles gostam demais. Até os pais cobram pela canção nova”, explicou o instrutor, que com essa canção foi para sua sexta composição na colônia de férias.

 

Para Flávio Alves, 9, a canção foi muito boa para pensar sobre o assunto. “Gostei muito da música, aprendi que não devemos fazer isso com ninguém, que devemos respeitar as pessoas, que todos são diferentes”, disse ele, que, segundo a mãe, é muito tímido.

 

Confira a letra da música:


Eles têm capa, tem luvas também
Não se preocupe que a máscara também tem
E vêm pra ensinar a não discriminar
Pois todos somos diferentes, vamos respeitar
Entre no clima e jogue a mão pra cima
Pro preconceito eu grito: Xô!Xô!Xô!
 
Se tô acima do peso, se eu uso óculos
Minha casa é simples, não é da conta de geral
Não é a minha cor da pele ou meu cabelo
Que diz o quanto sou legal
Mas pra te desculpar por me apelidar
Te lanço um desafio, se você é bom de ginga
Expulsa o preconceito e vem jogar a mão pra cima
 
 
  

 

https://www.youtube.com/watch?v=qocLnlmIyko