Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Terça, 26 Dezembro 2017 12:13
RETROSPECTIVA

Alagoas é o 5º Estado que mais populariza a ciência no País

Incentivo da Secti a estudantes e empreendedores, lançamento de novos sistemas gratuitos e atividades na área da educação são alguns dos destaques de 2017

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Secti promoveu ações de incentivo a estudantes das redes pública e privada durante todo o ano de 2017 Secti promoveu ações de incentivo a estudantes das redes pública e privada durante todo o ano de 2017 Ascom Secti
Texto de Geysa Miranda

Aproximar crianças, jovens e adultos do universo da ciência e melhorar a tecnologia dos municípios foram os principais propósitos da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) durante o ano de 2017.

 

Alagoas, que ocupava a 23ª colocação em ações de popularização da ciência em 2015, alcançou, em 2016, a 8ª colocação com mais de duas mil ações realizadas em Maceió e no interior do Estado e continua avançando em 2017 onde, até o momento, ocupa a 5ª colocação entre os 26 estados da Federação, segundo o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

 

Ao logo do ano, foram desenvolvidas várias atividades de incetivo a estudantes e professores da rede pública e privada, a empreendedores e ao melhoramento da tecnologia nos municípios de Alagoas, com milhares de pessoas beneficiadas na capital, Maceió, e no interior (Rio Largo, Penedo, Arapiraca, Batalha, Belo Monte, Palestina, Piranhas, Delmiro Gouveia, Santana do Ipanema, Murici, União dos Palmares, Mar Vermelho e Palmeira dos Índios).

Semana de Ciência e Tecnologia

 

Cursos, palestras, oficinas, jogos, brincadeiras e atividades lúdicas para diversos públicos, tudo gratuito. Assim foi a programação da Semana de Ciência e Tecnologia (SNCT) 2017 em Alagoas, que aconteceu de 23 a 29 de outubro.

 

Tendo como tema central a “Ciência das Ciências”, a matemática, as ações exploraram o raciocínio lógico e abstrato, em várias áreas do conhecimento humano, como a física, biologia, química, engenharia, economia, administração de negócios, artes, agricultura e até a medicina, mostrando que a matemática está presente em diversas situações do cotidiano.

 

As ações foram desempenhadas por um comitê gestor formado por 38 instituições e coordenado pela Secti e aconteceram em Maceió e no interior do estado, a exemplo de Penedo e Rio Largo, nas escolas públicas e privadas.

Sistema SGPLAN nos municípios

 

Como forma de expandir a tecnologia produzida no Estado, aumentando a praticidade e reduzindo custos, sistemas inovadores desenvolvidos pelos servidores do Governo de Alagoas, por meio da Secti, chegaram aos municípios alagoanos.

 

O Sistema de Gestão e Planejamento (Sgplan), desenvolvido pela Gerência de Sistemas de Informação da Secti, teve seu uso cedido de forma gratuita para as prefeituras de União dos Palmares, Murici, Palmeira dos Índios, além das secretárias de Estado da Saúde, do Trabalho e Emprego, da Fazenda e na Controladoria Geral do Estado.

 

O sistema consiste em potencializar os resultados das ações, mitigando as falhas e atrasos nas entregas dos projetos, além de promover a transparência no acompanhamento de atividades, otimizando e reduzindo custos.

 

Apoio a estudantes e pesquisadores

 

A Secti tem ampliado, cada vez mais, o seu papel de apoiar o desenvolvimento de pesquisas científicas e estudantes que desenvolvem trabalhos inovadores que contribuem para o bom desenvolvimento, mostrando que o Estado tem grandes talentos na área da pesquisa.

 

Exemplo disso é a intensificação do apoio aos estudantes e pesquisadores, estimulando a produção da ciência, inovação, empreendedorismo, criatividade e o lançamento de novas tecnologias que transformam os mais importantes setores da economia.

 

Em outubro, cerca de 40 jovens tiveram a oportunidade de participar do maior evento de tecnologia do mundo, a Campus Party, na cidade de Belo Horizonte, e trouxeram na bagagem novas ideias de negócios para Alagoas.

 

Já o estudante de jornalismo Wilmar Rabelo, trouxe para o Estado, com o apoio da Secti, o troféu destinado aos melhores trabalhos experimentais produzidos exclusivamente por estudantes no campo da comunicação, a Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom), nível nacional, que, este ano, aconteceu na cidade de Curitiba, no Paraná.

 

O reconhecimento foi conquistado na categoria Relações Públicas e Comunicação Organizacional, modalidade assessoria de comunicação para o terceiro setor com o trabalho “Upgrade Social: Sua Colocação no Mundo”.

 

Além disso, a Secti tem apoiado grandes eventos de tecnologia e está sempre de portas abertas para receber a sociedade e aqueles que desejam apresentar seu projeto, basta enviar um e-mail com a solicitação para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

Prêmio de Jornalismo Científico José Marques de Melo

 

Visando sensibilizar e fomentar a produção jornalística de trabalhos que retratem a importância da ciência, tecnologia e inovação (CT&I) na sociedade e valorizar iniciativas nesta área, além de potencializar o acesso da população aos conceitos fundamentais em relação ao desenvolvimento de CT&I no estado de Alagoas, a Secti premiou os jornalistas e estudantes de jornalismo que se destacaram com produções relacionadas a área.

 

Ao todo, foram 101 produções jornalísticas submetidas, 57 jornalistas inscritos e 32 veículos de comunicação participantes, nas oito categorias disponíveis, vindos de todo estado de Alagoas. Finalizando com 21 trabalhos premiados.