Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quinta, 07 Dezembro 2017 19:32
INVESTIMENTOS

HGE ganha reformas estruturais e novas ambulâncias de transporte sanitário

Pediatria e áreas vermelhas, clínica e trauma, foram as primeiras contempladas; outros setores estão previstos no calendário de obras

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Reforma qualifica ainda mais a assistência dada aos usuários, que por vezes necessitam de cuidados instantâneos Reforma qualifica ainda mais a assistência dada aos usuários, que por vezes necessitam de cuidados instantâneos Fotos: Thiago Henrique
Texto de Thallysson Alves

O Hospital Geral do Estado (HGE) ganhou, nesta quinta-feira (7), a reforma estrutural da Área Vermelha Trauma, um novo ambiente de socialização da Pediatria e duas novas ambulâncias de transporte sanitário. As obras nos ambientes do maior hospital público de Alagoas são resultados do compromisso do Governo do Estado em investir na saúde pública, seja na construção de novos hospitais ou na promoção de melhorias nas unidades em atividade.

 Ascom Sesau

A partir de agora, o HGE conta com três ambulâncias exclusivas para o deslocamento de pacientes, já que uma delas será destinada ao transporte de usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) regulado pela Superintendência de Regulação e Auditoria (Suraud) da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). Outras 15 unidades, todas adquiridas com recursos próprios, já haviam sido entregues em fevereiro às unidades de saúde, da capital e do interior.

 

A Vermelha Trauma é o setor de urgência e emergência especializado em tratar vítimas de acidentes de trânsito, agressões (físicas, por armas de fogo e por arma branca), entre outros. Mensalmente, aproximadamente 1.200 pessoas são atendidas pela equipe, composta por médicos, cirurgiões-dentistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogos, assistentes sociais e nutricionistas.

 Ascom Sesau

“Essa reforma qualifica ainda mais a assistência dada aos usuários, que por vezes necessitam de cuidados instantâneos. Nós reparamos os móveis, recuperamos o gesso, revisamos a rede de gases, recolocamos o bate-macas, melhoramos a iluminação e climatização, instalamos azulejo nas pias, tratamos o piso (impermeabilização e aplicação de cera), higienizamos e estendemos as melhorias para as salas de descanso dos médicos, sutura e bucomaxilofacial”, pontuou a gerente do HGE, Marta Mesquita. “Desde a inauguração, nunca esse setor foi reformado”, enfatizou.

 

Ao mesmo tempo, a área de socialização da Pediatria também passou por adequações estruturais para proporcionar mais conforto às crianças e aos acompanhantes. Desde as fortes chuvas do último mês de maio, as quais danificaram o telhado do setor, a Sesau iniciou intervenções estruturais que reforçaram toda a cobertura, a climatização, a segurança, os acabamentos e as pinturas.

 Ascom Sesau

“Eu percebia no semblante dos servidores e pacientes a necessidade de um espaço menos quente, onde as crianças pudessem caminhar, colorir e brincar com outras crianças durante o período de internação. Então instalamos vidros para isolar o ambiente e aparelhos de ar condicionado, o que deixou o espaço mais atrativo e confortável para estar”, argumentou o secretário de Estado da Saúde, Christian Teixeira.

 

Vale recordar que, no início deste mês de novembro, o HGE também foi contemplado com a reforma da Área Vermelha Clínica, destinada aos casos clínicos de emergência, como hemorragia digestiva alta, convulsões, alergias graves e outras enfermidades. Nessa última também foram realizados serviços de renovação da pintura, dos revestimentos de móveis e manutenção dos gasodutos, telhados e gesso.

 

já a partir dessa próxima semana, as reformas continuam no HGE e agora contemplam toda a recepção da Área Azul, incluindo salas de medicação, de consultas e banheiros. Essas intervenções também são necessárias para ajustar esse espaço e proporcionar mais conforto na porta de entrada hospitalar mais procurada pelos usuários do SUS no Estado. 

 Ascom Sesau

“As reformas são importantes e relevantes, não só ao conforto do doente, como do acompanhante e dos profissionais de saúde. Nós ficamos felizes quando vemos o hospital funcionando melhor, com mais celeridade e menos estresse. Que esse esforço continue a dar prioridade aos alagoanos que mais precisam”, disse o motorista Altamir José Nery Silva, de 46 anos, que esteve de acompanhante na Área Azul.