Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Segunda, 27 Novembro 2017 15:49
ENGAJAMENTO

Controladoria promove ações no Dia Internacional contra a Corrupção

Data é celebrada no próximo domingo (3), com programação no Maceió Shopping

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Texto de Livia Leão

A Controladoria Geral do Estado (CGE) participa, no próximo domingo (3), do evento em comemoração ao Dia Internacional contra a Corrupção, celebrado no dia 9 de dezembro. Instituições privadas e órgãos de controle realizam várias ações em homenagem à data no Maceió Shopping, localizado no bairro de Mangabeiras.

 

A iniciativa promovida pelo Fórum de Combate à Corrupção de Alagoas (FOCCO Alagoas), em parceria com a CGE, o Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Tribunal de Contas da União (TCU), Tribunal de Contas do Estado (TCE/AL), o Conselho Regional de Contabilidade (CRC), entre outras instituições, busca conscientizar e orientar os cidadãos sobre os mecanismos para prevenir, combater e punir atos de corrupção.

 

Com a campanha “Corrupção: O Jeito Certo É Dizer Não!”, a CGE pretende estimular mudanças comportamentais na sociedade, combatendo o “jeitinho brasileiro”, que se refere às manobras, aos atalhos, às formas mais fáceis e, na maioria das vezes, antiéticas, de solucionar algum problema. Atitudes, que por vezes, parecem inofensivas, mas também geram a corrupção.

 

Além disso, a CGE leva para a programação a contação de histórias. Com o “Érico e a Turminha Cidadã”, projeto lúdico que visa contribuir para a formação dos valores sobre ética, cidadania e honestidade entre as crianças.

 

Outra ação da Controladoria será a ouvidoria, com um balcão para receber todas as sugestões, reclamações, críticas, elogios e denúncias de toda a população.

 

A controladora-geral do Estado de Alagoas, Maria Clara Bugarim, reforçou a importância das atividades em alusão ao dia do combate à corrupção. “São discussões importantes acerca das medidas de transparência, controle social e instrumentos que visam combater a corrupção”, destacou.