Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas

 

 

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 987

Quarta, 06 Janeiro 2016 11:36

População colabora com Disque Denúncia e fortalece trabalho da Segurança

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Governo tem investido em campanhas que divulguem esse canal de comunicação entre a Segurança Pública e a sociedade alagoana, pois entende que as denúncias são essenciais para o trabalho das Forças Integradas de Segurança. Governo tem investido em campanhas que divulguem esse canal de comunicação entre a Segurança Pública e a sociedade alagoana, pois entende que as denúncias são essenciais para o trabalho das Forças Integradas de Segurança. Foto: Divulgação

O Disque Denúncia Integrado - 181 foi um dos grandes destaques das atividades da Secretaria de Estado da Segurança Pública de Alagoas (SSP) em 2015. De acordo com o Balanço Geral divulgado pela pasta, a adesão da população à ferramenta foi satisfatória.

 

Em 2014, o 181 recebeu 12.401 denúncias, no total. Já no ano passado, foram quase 15 mil ligações, superando em 19,1% o número do ano anterior. De acordo com a coordenação do Disque Denúncia, o salto na quantidade de ligações deve-se ao descontentamento da população com os crimes e com a impunidade, além de ser reflexo da confiança nas autoridades e na garantia do anonimato.

 

O crime mais denunciado em 2015 foi tráfico de drogas, com 52% das ligações. Segundo a coordenação do Disque Denúncia, durante todo o ano foram apreendidos 330 quilos de entorpecentes graças às ligações para o 181. Homicídio, roubo e porte ou posse de arma de fogo vieram logo em seguida, com 12,5%, 8,7% e 3,8%, respectivamente. Com isso, cerca de 370 pessoas foram presas por diversos crimes.

 

 

O Governo tem investido em campanhas que divulguem esse canal de comunicação entre a Segurança Pública e a sociedade alagoana, pois entende que as denúncias são essenciais para o trabalho das Forças Integradas de Segurança.

 

Os atendentes do Disque Denúncia são treinados para manter o denunciante calmo, informá-lo da garantia total do anonimato e, principalmente, extrair a maior quantidade de dados e informações possível para o desfecho de investigações. Todo esse cuidado é para manter a integridade dos cidadãos e para que eles continuem exercendo essa função essencial no trabalho da Segurança Pública. 

 

Lívia Holanda