Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quarta, 11 Outubro 2017 18:42
UMA NOVA HISTÓRIA

População de Capela é beneficiada com trabalho dos reeducandos

Município é revitalizado com ações de limpeza e manutenção; instituição beneficente também foi contemplada com implantação de horta periurbana

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Ressocialização firma parcerias importantes para reinserir os apenados na sociedade Ressocialização firma parcerias importantes para reinserir os apenados na sociedade (Fotos: Jorge Santos)
Texto de Victor Costa

Mais limpeza, organização e beleza. Os espaços públicos do município de Capela estão mais acolhedores com o trabalho de revitalização feito pelos reeducandos do projeto ‘Uma Nova História’, coordenado pelo setor de Reintegração Social da Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris). Após uma semana de dedicação, os serviços foram concluídos nesta quarta-feira (11).

 

(Fotos: Jorge Santos)

 

Dezesseis reeducandos atuaram na limpeza e manutenção do Estádio Manoel Moreira, além de praças e canteiros. A gerente de Reintegração, agente penitenciária Shirley Araújo, destaca o reconhecimento da equipe.

 

“A prefeitura de Capela entrou em contato, inicialmente, para fazermos a limpeza do campo de futebol, mas gostaram tanto do trabalho que solicitaram a manutenção das vias públicas”, disse.

 

(Fotos: Jorge Santos)

 

O secretário de Infraestrutura do município, Rodolfo Santos, ressalta a importância da iniciativa para a manutenção dos espaços públicos de Capela. “O trabalho foi muito bem executado e coordenado. Só temos a agradecer pela parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Ressocialização. A melhor forma de reinserir essas pessoas no convívio social, realmente, é através do trabalho”, afirma.

 

A Casa do Idoso, instituição que visa defender os direitos sociais de senhores e senhoras, também recebeu um cuidado especial, com a pintura da fachada e implantação de uma horta periurbana.

 

Na 7ª edição do Governo Presente, realizada entre os dias 31 de agosto e 2 de setembro, a casa já havia sido contemplada com o trabalho da equipe de manutenção.

 

Atualmente, a taxa de reincidência criminal dos reeducandos inseridos nos convênios da Reintegração Social é inferior a 2% ao ano, número abaixo da média nacional, que supera os 70%.

 

(Fotos: Jorge Santos)

 

“Com isso, percebemos que as oportunidades culminam com a mudança de vida dos egressos. É com trabalho digno que transformamos a vida de centenas de famílias”, finaliza o secretário da Ressocialização, coronel Marcos Sérgio de Freitas.