Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Segunda, 09 Outubro 2017 10:38
TRABALHO DIGNO

Reeducandos trabalham na limpeza da Unidade de Emergência de Arapiraca

Com visibilidade cada vez maior, trabalhos desenvolvidos pelos reeducandos contribuem para melhorar a qualidade de vida dos alagoanos

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Reeducandos são inseridos na sociedade com trabalho digno Reeducandos são inseridos na sociedade com trabalho digno Jorge Santos
Texto de Maysa Cavalcante

Em continuidade às ações de revitalização de espaços públicos, reeducandos inseridos no projeto ‘Uma nova história’ iniciaram as ações de limpeza e manutenção na Unidade de Emergência Dr. Daniel Houly, em Arapiraca. Através do trabalho da Gerência de Reintegração Social da Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris), os serviços executados pelos custodiados têm impactado positivamente na sociedade. 

 

 


A previsão é de que as atividades na Unidade de Emergência sejam concluídas ainda neste mês. Nas últimas semanas, os reeducandos atuaram na força-tarefa de revitalização das grotas do Ouro Preto, Pau D’Arco e Canaã, em Maceió.  Além disso, as empresas do Polo Multifabril José Aprígio Vilela, em Marechal Deodoro, também foram beneficiadas com os serviços de limpeza e manutenção do espaço verde do entorno.  

 


O gerente administrativo da Unidade de Emergência Dr. Daniel Houly, Rodrigo Pereira, elogiou o empenho dos egressos durante a execução dos serviços. “Agradecemos a todos da Seris pela atenção e comprometimento com a nossa causa. O trabalho está sendo realizado pelos reeducandos de modo organizado e tudo está muito bem executado. Teremos um saldo muito positivo após essa ação”, comentou.

 

 

O fiscal da Seris Márcio Rocha acompanha os egressos na execução dos serviços. Ele afirmou que vê nas atividades uma oportunidade de introduzir o egresso no mercado de trabalho. "É gratificante fazer parte deste projeto da Reintegração Social. Já estivemos em várias municípios do Estado e as pessoas ficam surpresas e felizes ao perceberem que os reeducados estão sendo ressocializados com um trabalho digno em prol da população".

 

“Através do projeto eu tive a oportunidade de trabalhar honestamente. Nunca havia trabalhado, mas agora venho adquirindo experiência e estou gostando muito. Com o salário que recebo consigo sustentar a minha família. Para mim, isso é muito importante, pois tenho um filho de dois anos e quero que ele cresça sentindo orgulho de mim”, salientou, emocionado, o reeducando Antônio Cortez, há dois meses no projeto.

 


Uma nova história


Desde 2016 são realizados serviços de manutenção, restauração e limpeza em órgãos e espaços públicos. Instituições como a Polícia Militar, Instituto do Meio Ambiente, Hospital Portugal Ramalho, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura já foram beneficiadas com os serviços prestados pelos apenados.