Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sexta, 06 Outubro 2017 13:41
TURISMO DE NEGÓCIOS

Centro Cultural e de Exposições será ampliado

Equipamento sediará 29 eventos até o fim do ano e é administrado pela Sedetur; local está sediando a Bienal Internacional do Livro

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Orçado em R$ 20 milhões repassados pelo Ministério do Turismo, Centro Cultural e de Exposições será ampliado Orçado em R$ 20 milhões repassados pelo Ministério do Turismo, Centro Cultural e de Exposições será ampliado Kaio Fragoso
Texto de Rhayller Peixoto

O Centro Cultural e de Exposições (Centro de Convenções) será ampliado. Orçado em R$ 20 milhões - repassados pelo Ministério do Turismo (MTur) para a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) -  a obra prevê a construção de um edifício garagem, equipado com um salão voltado para eventos com capacidade para mil pessoas. Com previsão de início para este semestre, a obra deve ser concluída após 18 meses da assinatura da ordem de serviço.

 

Até o final do ano, o Centro de Convenções sediará 39 eventos.  A movimentação em torno do turismo de negócios e eventos evidencia a diversidade de segmentos do turismo alagoano.

 

Um exemplo de sua importância é a realização da 8ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas, que começou na sexta-feira (29) e seguirá até este domingo (8) de outubro, no Jaraguá. O evento conta, ao longo de sua programação, com lançamentos de livros, seminários, palestras e oficinas voltadas à população. 

 

O Centro Cultural e de exposições é administrado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), órgão que fomenta o turismo de negócios e eventos em Alagoas, que tem ganhado visibilidade e investimentos através de políticas públicas que visam ampliar o segmento no Estado.

 

Medidas foram tomadas para melhorar o espaço e, segundo o coordenador de eventos Magno Sales, que participou de todas as edições da Bienal do Livro de Alagoas, já puderam ser sentidas. “A estrutura que a organização montou é boa e depois que climatizaram ficou melhor para nós e para o público”, explicou.

 

 


Para o Secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Helder Lima, a realização de grandes eventos no Estado é um aspecto relevante para fomentar a economia de Alagoas.

 


“Nós temos uma excelente estrutura no centro de convenções e na rede hoteleira que garantem as condições necessárias para realização de grandes eventos. No caso da bienal, o público do evento é interno, por isso a parcela de turistas que visitam Alagoas em função do evento é menor, porque se resumem aos expositores. Mas ao longo do ano o Centro de Convenções tem sediado grandes eventos atraídos pela Sedetur em parceria com o Maceió Convention, recentemente aconteceu a 11º edição do Congresso Brasileiro do Algodão (CBA) que atraiu mais de 1400 pessoas”, explicou o gestor da pasta.  


Algodão


O Congresso Brasileiro do Algodão é o maior evento da cotonicultura no país e acontece de forma bianual. Os oito hotéis oficiais do evento tiveram ocupação plena, equivalente a 692 leitos. Dos 65 fornecedores envolvidos na produção, 23 foram contratados em Maceió, movimentando a economia da cidade.


Para o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), entidade organizadora do evento, Arlindo Moura, a estrutura encontrada em Alagoas foi fundamental para o sucesso do evento.

 

“Encontrei o secretário em um evento em Brasília e fomos apresentados, quando comentei sobre a realização do congresso, ele disse que iríamos fazer aqui em Maceió. Nossos assessores vieram até aqui, fizeram o levantamento e a pontuação foi muita alta. Isso faz um ano e tudo aquilo que o secretário nos vendeu se confirmou e tivemos um dos nossos melhores eventos. A estrutura é positiva, a cidade e o local são espetaculares. A rede hoteleira é espetacular. O próprio custo para realização ficou muito confortável, comparado com outros lugares”, conta.