Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Segunda, 11 Setembro 2017 15:19
RECADASTRAMENTO

Alagoas Previdência inicia recadastramento biométrico de pensionistas

Recadastramento é obrigatório e a não-efetivação implicará na suspensão do benefício

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Para esta fase, a Alagoas Previdência está convocando os pensionistas na categoria cônjuge/companheiro Para esta fase, a Alagoas Previdência está convocando os pensionistas na categoria cônjuge/companheiro (Foto: Laura Pedrosa)
Texto de Lílian Tourinho

A Alagoas Previdência iniciou, nesta segunda-feira (11), o recadastramento biométrico para os pensionistas vinculados à Unidade Gestora Única do Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores Públicos do Estado de Alagoas. O prazo se encerra no dia 29 de dezembro.

 

A autarquia avisa que o beneficiário deve ir ao cartório atualizar a certidão de casamento ou de nascimento antes do agendamento, condição contida na documentação necessária. O alerta se dá para que o beneficiário tenha mais conforto na conclusão do processo.

 

Para essa fase estão sendo convocados os pensionistas na categoria cônjuge/companheiro. Na primeira fase, a autarquia fez o recadastramento dos pensionistas universitários. A Alagoas Previdência escolheu fazer por etapas para oferecer um serviço de qualidade ao beneficiário.

 

Para fazer o recadastramento, basta acessar o site www.alagoasprevidencia.al.gov.br, clicar no item Recadastramento Biométrico e efetuar o agendamento (condição obrigatória para o processo do recadastramento).

 

Uma vez agendado, o pensionista irá comparecer à Alagoas Previdência com a seguinte documentação:

 

Pensionistas:

RG/CNH/CTPS/Carteira Profissional da Entidade de Classe/Passaporte;

CPF;

Comprovante de residência atualizado (últimos três meses);

PIS/Pasep;

Título de Eleitor (facultativo para os maiores de 70 anos);

Demonstrativo de pagamento.

 

Cônjuge / Companheiro

Cônjuge: Certidão de casamento averbada e atualizada nos últimos dois meses.

Companheiro: Certidão de nascimento ou casamento averbada e atualizada nos últimos dois meses.

Para os casos de concessão via decisão judicial, trazer a determinação judicial (trânsito em julgado, quando for o caso).

 

Instituidor (ex-segurado)

Certidão de óbito;

RG/CNH/CTPS/Carteira Profissional da Entidade de Classe/Passaporte;

PIS/Pasep;

Decreto de aposentadoria (se for o caso);

Certidão de nascimento ou casamento;

Ficha financeira do ex-segurado;

Declaração do órgão de origem;

Último contracheque do instituidor.

Na falta de algum documento do instituidor (ex-segurado), compareça à Alagoas Previdência para esclarecimentos.

 

Representante legal 

Admite-se representante legal apenas nos casos constantes no Art. 9º, parágrafo 1º, inciso II do Decreto nº 50.883 de 1º de novembro de 2016. 

Todos os documentos exigidos para o representado;

Procuração com os poderes específicos para o recadastramento (pública ou particular no caso de advogado);

RG/CNH/CTPS/Carteira Profissional da Entidade de Classe/Passaporte;

Comprovante de residência, atualizado em até três meses.

 

Os pensionistas impossibilitados de comparecer à Alagoas Previdência deverão fazer o agendamento por meio de seus procuradores.

 

Segundo a Alagoas Previdência, o recadastramento é um ato contínuo. Depois de concluir todas as etapas, inclusive com os aposentados, que ocorrerá num outro momento, os beneficiários terão que fazer a prova de vida todos os anos na sede da Alagoas Previdência, no mês do seu aniversário. A autarquia pretende manter um sistema de cadastro de aposentados e pensionistas atualizado e eficiente.

 

A meta é evitar fraudes, considerando as atribuições estabelecidas nos artigos 3° e 4° da Lei Estadual n° 7.751/2015, de 9 de novembro de 2015, que dispõe sobre a reestruturação da autarquia e atribui-lhe a competência da gestão dos fundos de natureza previdenciária dos poderes e órgãos integrantes do RPPS-AL.

 

Faça seu agendamento e compareça, na data e hora marcadas, à Alagoas Previdência, situada na Avenida da Paz, 1864, no térreo do Empresarial Terra Brasilis.

 

O recadastramento é obrigatório e a não-efetivação implicará na suspensão do benefício. Para mais informações: (82) 3315-5707 / 3315-5717.