Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sábado, 09 Setembro 2017 13:28
EM BRASÍLIA

Secretário critica cortes de verbas em evento de Política de Assistência Social

Fernando Pereira prevê que o numero de famílias em situação de vulnerabilidade aumentará significativamente em Alagoas

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Comissão Intergestora Tripartite (CIT) em debate sobre política de Assistência Social, em Brasília Comissão Intergestora Tripartite (CIT) em debate sobre política de Assistência Social, em Brasília Ascom
Texto de Renata Bello

As esferas que compõem o Sistema Único de Assistência Social (Suas) debateram, durante a 159ª reunião da Comissão Intergestora Tripartite (CIT), esta semana, em Brasília, as demandas dos gestores federais, estaduais e municipais e a situação orçamentária dos recursos destinados pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) para a assistência social.  O Governo de Alagoas esteve presente por meio da Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades).

 

Durante a abertura do evento, o secretário nacional de Renda e Cidadania, Tiago Falcão, apresentou o panorama atual do Programa Bolsa Família no país. Segundo ele, a fila de famílias aguardando a concessão do Programa Bolsa Família está zerada. o Governo Federal anunciou, ainda, cortes no programa. A previsão orçamentária para 2018 deve representar 11,18% a menos de famílias beneficiadas do que este ano.

 

“Nós, como Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, vemos de perto como o programa Bolsa Família é essencial para o desenvolvimento de milhares de famílias alagoanas e sentimos por este corte que irá ocorrer. Prevemos que o numero de famílias em situação de vulnerabilidade aumentará significativamente em nosso Estado e isso é grave”, criticou o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social de Alagoas, Fernando Pereira.

 

Para Pereira, a reunião da Comissão é um momento importante para trocar experiências com gestores de outros estados e, principalmente, acompanhar a política de assistência social seguida pelo Governo Federal.

 

“Compartilhar experiências e, principalmente, metodologias que deram certo é fundamental para a consolidação das ações socioassistenciais em todo o território. As discursões sobre a maneira que nós, gestores, devemos agir após esse anúncio de cortes é uma das questões que em reuniões das CIT, temos a oportunidade de debater, assim como saber o cenário da politica de assistência social nas outras regiões ”, completou o secretário.

 

Durante o encontro foram debatidos temas como as medidas socioeducativas, processo de monitoramento e apoio técnico no Suas, orçamento dos serviços socioassistenciais em 2017 e 2018, além de informes do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

 

CIT

A Comissão Intergestora Tripartite (CIT) é um espaço de articulação e expressão das demandas dos gestores federais, estaduais e municipais. A comissão é formada pelas três instâncias do Sistema Único de Assistência Social (Suas): a União, representada pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS); os estados, representados pelo Fórum Nacional de Secretários de Estado de Assistência Social (Fonseas); e os municípios, representados pelo Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas).