Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sábado, 09 Setembro 2017 09:24
VIDA NOVA NAS GROTAS

Melhorias em mobilidade urbana promovem inclusão de comunidades de Maceió

Implantação de equipamentos urbanos beneficia cerca de 30% da população de Maceió, que vive nas grotas da capital alagoana

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Equipamentos urbanos levam mais qualidade de vida aos moradores das grotas de Maceió Equipamentos urbanos levam mais qualidade de vida aos moradores das grotas de Maceió Fotos: Micaelle Morais
Texto de Rafaela Pimentel

Quando se afasta uma população de baixa renda do grande centro urbano, dela são retirados o direito à mobilidade e oportunidades de desenvolvimento junto à cidade. Como consequência da tentativa de contrapor esse movimento, cresce o número de ocupações informais e desordenadas por essa parcela de moradores em áreas próximas ao centro da cidade, que, de tempos em tempos, dá lugar à criação de grotas na capital alagoana.

 

Apenas em Maceió, aproximadamente 30% da população urbana vive em comunidades informais ou com condições de vida precárias. É justamente nesses locais que a falta de planejamento e desenho urbano favoráveis, por anos, têm refletido em um ambiente de total ausência de equipamentos de mobilidade para os moradores. Foi só há um pouco mais de um ano que esse cenário começou a se transformar.

 

Lá no início, a ideia era bem simples: por meio da implantação de escadarias drenantes, pontilhões e passeios, garantir, pela primeira vez, condições adequadas de deslocamento e dignidade à população das grotas de Maceió. Desde então, do programa Pequenas Obras, Grandes Mudanças até o atual Vida Nova nas Grotas, os benefícios de infraestrutura foram ampliados e ganharam reforço de outros segmentos.

“Dentro ou fora das comunidades, o nosso objetivo é converter o fator excludente ligado à falta de mobilidade em inclusão social. Com esse programa de melhorias, ressignificamos o conceito de cidadania ao permitir que o morador consiga não apenas ir e voltar para suas casas a pé na superfície plana, mas também que transitem na própria grota com mais facilidade”, analisa a superintendente especial de Transporte e Desenvolvimento Urbano da Setrand, Andreia Estevam.

 

Mudanças em números

 

Todos os meses, os resultados positivos retratam em números as mudanças vividas pelos moradores. Espalhados em 24 comunidades, por onde passam, os serviços de mobilidade urbana ganham forma nas ruas, calçadas e casas da região. São 10,7 quilômetros só de escadarias construídas e mais de 16,5 mil m² lineares de passeio executados até o momento.

As melhorias não param por aí. Apenas do mês de agosto a setembro deste ano, a equipe da Secretaria de Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand) liderou um crescimento de cerca de 10% nos trabalhos de infraestrutura. Junto com a implantação de escadarias e passeio, foram ainda construídos 15.846,86 metros lineares de corrimão e 198,85 metros de pontilhão.

 

Outro ponto transformador foi a vulnerabilidade, sobretudo, em períodos de chuva. Com a falta de meios de mobilidade nas comunidades aumentava também o risco de desmoronamentos e quedas de barreira. Pensando nisso, o programa já executou mais de cinco mil metros lineares de canaleta, 1.963,16 metros lineares de muro de contenção e 6.212,57 metros de meio-fio.

 

Vida Nova nas Grotas

 

Com um pouco mais de um ano de atuação, os serviços de mobilidade integram o grupo de ações propostas pelo programa Vida Nova nas Grotas. A concepção e resultados conquistados renderam, em julho deste ano, a oficialização da parceria entre o Governo de Alagoas e as Nações Unidas para Assentamentos Urbanos (ONU Habitat), a fim de impulsionar a promoção de políticas públicas às comunidades de Maceió.