Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Segunda, 28 Agosto 2017 15:56
Lançamento

2ª edição do Prêmio de Jornalismo Científico José Marques de Melo começa a ser discutida

Em reunião, secretário Regis Cavalcante reafirmou o compromisso junto a alguns parceiros

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Durante o encontro, foi feito um balanço da edição 2017, onde foram discutidos os principais pontos que deverão continuar sendo executados e quais as novidades para 2018 Durante o encontro, foi feito um balanço da edição 2017, onde foram discutidos os principais pontos que deverão continuar sendo executados e quais as novidades para 2018 Ascom/Secti
Texto de Geysa Miranda

O lançamento da segunda edição do Prêmio de Jornalismo Científico José Marques de Melo já começou a ser discutido e em breve será divulgada a data oficial. Em reunião realizada nesta segunda-feira (28), o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Regis Cavalcante, reafirmou o compromisso junto a alguns parceiros para realização desse projeto, que teve sua primeira edição este ano.

 

Durante o encontro, foi feito um balanço da edição 2017, onde foram discutidos os principais pontos que deverão continuar sendo executados e quais as novidades e surpresas que deverão compor a edição 2018.

 

O Diretor Científico da Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas (Fapeal), um dos parceiros do Prêmio, o professor João Vicente, destacou que esse projeto foi fundamental para abrir espaços na mídia espontânea para a área da ciência, tecnologia e inovação no Estado de Alagoas.

 

“O Prêmio fez com que os pesquisadores e os jovens cientistas do nosso Estado, com suas pesquisas, ganhassem visibilidade e conquistassem a mídia espontânea. Foi surpreendente o espaço que a ciência, tecnologia e inovação conquistou nos meios de comunicação de massa”, afirmou o professor.

 

O secretário da Secti, Regis Cavalcante, disse “acreditar muito nesse projeto como uma forma de mostrar o que está sendo desenvolvido em termo de pesquisa em Alagoas e valorizar os profissionais de comunicação”.

 

Além da Secti e da Fapeal, participaram da reunião o presidente do Sindicato dos Jornalistas de Alagoas (Sindjornal), Izaías Barbosa e a 2ª vice-presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Valdice Gomes.

 

Edição 2017

O prêmio, este ano, reuniu centenas de estudantes e profissionais de jornalismo. Ao todo foram 101 trabalhos submetidos com a participação de 32 veículos de comunicação e 57 estudantes e profissionais da área.

 

Foram premiados trabalhos nas categorias: radiojornalismo, jornalismo impresso/texto, jornalismo impresso/imagem, reportagem de TV, reportagem cinematográfica, webjornalismo, além da categoria estudante e especial do bicentenário. Mais detalhes no site http://premiojornalismocientifico.al.gov.br/