Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sexta, 18 Março 2016 13:16
REDE ACOLHE

Anjos da Paz realizam primeira ação noturna em Arapiraca

Durante a madrugada desta sexta-feira (18), mais de 30 dependentes químicos foram abordados na tentativa de serem acolhidos

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Rede Acolhe durante ação na madrugada, em Arapiraca; trabalho já acolheu mais de 20 mil usuários de drogas Rede Acolhe durante ação na madrugada, em Arapiraca; trabalho já acolheu mais de 20 mil usuários de drogas Ascom
Texto de Glória Damasceno

A Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev), por meio da Rede Acolhe, realizou, na madrugada desta sexta-feira (18), em Arapiraca, a primeira ação noturna para acolhimento de dependentes químicos em vulnerabilidade social.

A ação, coordenada pelo Centro de Acolhimento de Arapiraca, percorreu os bairros do município identificados com mais vulneráveis e contou com a parceria da Prefeitura do Município, do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) e da Loja Maçônica Perfeita União II, através da Ação Para Maçônica Juvenil (APJ).

“Essa é a primeira ação noturna aqui na região, mas nós já visitamos mais de 50% dos municípios do agreste e sertão, com ações de busca ativa, que é quando a gente vai para rua e passa o dia inteiro”, explicou o coordenador do Centro de Acolhimento de Arapiraca, Thomas Artur.

A ação filantrópica contou com a participação de todos os funcionários do Centro de Acolhimento, 12 membros da APJ e uma equipe do Centro Pop, composta por três orientadores sociais e um técnico.

Ao todo foram realizadas, durante a madrugada, 30 abordagens a pessoas em estado de vulnerabilidade. Dentre elas, 22 pessoas eram do sexo masculino e sete mulheres, ambos maiores de idade, além de um menor.

 

 

A equipe de Anjos da Paz da Seprev realizou o encaminhamento de uma pessoa a uma das comunidades acolhedoras credenciadas pelo Governo do Estado para reabilitação. As demais, preferiram continuar na rua. “O nosso acolhimento é feito de forma voluntária e, por isso, a resistência, por inúmeros motivos, como o medo e desconfiança, é uma barreira difícil de ser ultrapassada”, disse Artur.

Durante a abordagem social, houve a distribuição de alimentos pelos jovens da APJ, ao passo da conscientização pelos Anjos da Paz e Centro Pop.

“A parceria com a Seprev é imprescindível para a gente. De maneira informal, nós já tínhamos essa parceria com as comunidades acolhedoras, que eram fruto do Programa Rede Acolhe. Agora, oficialmente, nós estamos fazendo esse trabalho juntos”, afirmou a coordenadora do Centro Pop, Telma Freire, que em média atende de 20 a 30 pessoas por dia.

A rotatividade do Centro, que funciona das 8h às 17h, das segundas às sextas-feiras, é muito grande. Mas, como ressaltou Telma, “muitas pessoas vão até por demanda espontânea ou por indicação”.

Para Artur, a parceria da Seprev com os jovens da APJ e o Centro Pop veio para somar ao trabalho voluntário. “Eu não tenho dúvidas que essa ação não foi a última. Vamos perpetuar a parceria”, pontuou ele.

A Rede Acolhe é o programa do Governo de Alagoas, por meio da Seprev, que vem auxiliando no acolhimento de dependentes químicos. Ao longo dos seus cinco anos de existência, já foram acolhidos mais de 20 mil usuários de drogas. Os interessados em ser atendidos pelo programa basta ligar para o número 0800-280-9390 e agendar uma visita da equipe de Anjos da Paz.