AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Sexta, 19 Maio 2017 12:26
VALORIZAÇÃO DO SERVIDOR

Mais de 100 técnicos da saúde são capacitados para a criação da Rede de Atenção às Urgências

Ação foi realizada por meio de parceria entre a Sesau e o Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Durante o treinamento, foi evidenciado o processo de gestão para educação permanente dos profissionais de atenção às urgências do Samu          Durante o treinamento, foi evidenciado o processo de gestão para educação permanente dos profissionais de atenção às urgências do Samu Ascom
Texto de Arnaldo Santtos

Em parceria com o Hospital Alemão Oswaldo Cruz, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) capacitou 100 técnicos das unidades de saúde estaduais para criar a Rede de Atenção às Urgências (RAU). O curso ocorreu durante esta semana, no auditório da Faculdade Estácio, no bairro Jatiúca, em Maceió.

 

Durante o treinamento foi evidenciado o processo de gestão para educação permanente dos profissionais de atenção às urgências. Para efetivar a conclusão do curso, os técnicos ainda irão passar por outros módulos até o próximo mês de agosto, quando será criado o Núcleo de Educação às Urgências (NEU).

 

O núcleo vai agilizar as ações que serão implementadas na assistência de urgência e emergência, integrando a Rede de Atenção às Urgências (RAU). “Iremos qualificar o atendimento à saúde dos alagoanos, por meio de servidores ainda mais capacitados para desenvolver suas atribuições”, salientou o secretário de Estado da Saúde, Christian Teixeira.

 

De acordo com a enfermeira Márcia Mecone, facilitadora da capacitação, esta etapa do processo de formação dos técnicos foi fundamental porque foram discutidos os perfis e as competências necessárias para que os profissionais possam atuar de forma adequada, de acordo com o que estabelece a Portaria 2.048/2002. Ela se refere aos princípios e diretrizes dos Sistemas Estaduais de Urgência e Emergência e as normas e critérios de funcionamento, classificação e cadastramento de serviços.

 

A Portaria também envolve temas como a elaboração dos Planos Estaduais de Atendimento às Urgências e Emergências, Regulação Médica das Urgências e Emergências, atendimento pré-hospitalar, atendimento pré-hospitalar móvel, atendimento hospitalar, transporte inter-hospitalar e ainda a criação de Núcleos de Educação em Urgências. Durante o módulo desta semana, também foi apresentada a Portaria 1.600/2011, que reformula a Política Nacional de Atenção às Urgências e institui a Rede de Atenção às Urgências (RAU) no Sistema Único de Saúde. 

 

“A criação do Núcleo de Educação às Urgências é fundamental para que a assistência aos usuários do SUS seja realizada com o rigor profissional de que se exige. Isso irá suprir as necessidades educacionais desses profissionais e contribuir com o melhor diagnóstico dos pacientes”, destacou Márcia Mecone.

 

De acordo com a enfermeira e coordenadora da Base Descentralizada (BD) do Samu de Murici, Mayara Tavares Lins, “o curso tem grande relevância porque está abordando temas relacionados à assistência das urgências e emergências, trazendo conhecimentos irão agregar valor ao trabalho desenvolvido pelos socorristas do Samu”, salientou.