Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas
Quinta, 18 Maio 2017 10:11
PESQUISA

Pesquisadores de AL são os mais interessados em colaboração com a União Europeia

Edital internacional continua aberto e já recebeu 51 propostas; 12 delas são alagoanas

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Dos quatro editais abertos para colaboração internacional, três são para o Reino Unido e um para União Europeia Dos quatro editais abertos para colaboração internacional, três são para o Reino Unido e um para União Europeia Creative commons
Texto de Naísia Xavier

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) está com quatro editais abertos para colaboração internacional, três para o Reino Unido e um para União Europeia. Em relação a este último, Alagoas é o Estado que enviou mais manifestações de interesse, dentre 12 estados do Brasil participantes, até agora.

 

O edital ERC – Chamada para Expressão de Interesse (do Conselho de Pesquisa Europeu) - mapeou 303 parceiros de pesquisa europeus interessados em receber doutores brasileiros na Europa, para colaboração em 26 áreas científicas. Os recursos disponibilizados incluem passagens, diárias e a possibilidade de família acompanhante, a ser avaliada.

 

O Conselho Nacional das Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap) recebeu até agora 51 propostas de 12 estados; doze delas vêm de Alagoas, seguidas por nove do Rio de Janeiro.  A informação foi adiantada pelo setor de relações internacionais do Confap, durante o Fórum da instituição, sendo realizado na cidade de Aracaju, entre os dias 17 e 19 de maio.

As inscrições permanecem abertas até o dia 31 de maio, podendo haver prorrogação por até mais três semanas, de acordo com a procura.

 

O interesse pronunciado de Alagoas surpreende em relação a estados mais desenvolvidos, como São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul, que até agora só enviaram duas propostas cada um e Pernambuco, uma.

 

O diretor-presidente da Fapeal, professor Fábio Guedes, explica que as possibilidades de internacionalização propiciam um patamar diferenciado para a qualificação dos pesquisadores de Alagoas.

 

“Já foram nove editais de cooperação internacional em dois anos e meio desde 2015. Essa procura expressiva argumenta que Alagoas vive um novo momento para produção da ciência e desenvolvimento tecnológico, porque a comunidade científica e acadêmica tem respondido com muito interesse às chamadas da Fapeal, e confia na fundação em razão do governo Renan Filho seguir firme com os investimentos nessa área”.

 

O edital ERC e informações mais detalhadas encontram-se no site da Fapeal.

 

Pesquisadores que não querem deixar o Brasil podem checar as três oportunidades de pesquisa com o Reino Unido, que podem ser executadas em Maceió, e tem prazo de inscrição mais longo.