Notícias

AGÊNCIA ALAGOAS

Governo do Estado de Alagoas

 

 

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 987

Quinta, 03 Dezembro 2015 10:44

Secretaria de Educação intensifica discussão sobre Base Nacional Comum

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Texto: Andréa Marinho e Ana Paula Lins Texto: Andréa Marinho e Ana Paula Lins Divulgação

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) intensificou o debate sobre a construção da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), documento que unificará o conteúdo fundamental a ser ensinado em sala de aula da Educação Infantil ao Ensino Médio. Em outubro, o órgão realizou seminários sobre o tema com a comunidade educacional em Maceió, Arapiraca e Delmiro Gouveia.

 

Recentemente, a temática foi discutida na Bienal do Livro e também no encontro de coordenadores do Programa Nacional de Alfabetização na Idade Certa (PNAIC).

 

 

A BNCC é um documento que congregará o conteúdo fundamental a ser ensinado nas quatro áreas de conhecimento da Educação Básica: Matemática, Linguagens, Ciências da Natureza e Ciências Humanas. Seu processo de construção está em andamento e é coletivo, contando com a colaboração de todos os envolvidos no processo educacional. Quando concluído, o documento subsidiará a construção do currículo de mais de 190 mil escolas públicas e particulares em todo o Brasil.

 

Realizado no auditório da Faculdade Pitágoras, no Benedito Bentes, o encontro com os 102 coordenadores do PNAIC em Alagoas foi uma oportunidade para apresentar as formas de contribuição para a elaboração do documento e os avanços que o mesmo trará para a Educação Básica Brasileira. Já na Bienal do Livro, a Seduc promoveu debates com professores e estudantes de licenciatura das quatro áreas de conhecimento acerca da BNCC.

 

Nas regionais – As Gerências Regionais de Educação (Geres) também realizam discussões sobre a BNCC. No próximo dia 10, o documento será discutido na 4ª Gere, em Viçosa.

 

O superintendente de Políticas Educacionais da Seduc, Ricardo Lisboa, ressalta a importância da discussão.

 

“A BNCC representa um grande avanço para a Educação Básica, pois estamos pensando o currículo a ser ensinado nas escolas brasileiras. Trata-se de uma discussão prevista no Plano Nacional de Educação e na LDB, de onde sairão também orientações para formação inicial e continuada e avaliações. Por isso, é importante que as escolas, gerências regionais, municípios e toda comunidade educacional se integrem a esta discussão”, ressaltou Ricardo Lisboa.

 

Contribuição – Qualquer cidadão brasileiro pode contribuir para a elaboração da BNCC e apresentar sua proposta para o currículo da Educação Básica no site basenacionalcomum.mec.gov.br. O sistema está aberto para contribuições até o dia 15 de dezembro.

 

Em Alagoas, a Seduc, responsável pela mobilização estadual para a construção da BNCC, tem até o dia 15 de fevereiro de 2016 para sistematizar e reunir as propostas alagoanas ao documento e enviá-las para o Ministério da Educação.

 

Para mais informações sobre a BNCC, os interessados podem enviar e-mail para: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

Texto: Andréa Marinho e Ana Paula Lins